CSS3 – O Que É Isso?

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA VIP!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Introdução

O CSS3 é uma linguagem de estilo que é usada para definir como o conteúdo de um documento HTML deve ser exibido na tela, na impressora ou em outros dispositivos de saída. Ela é responsável por dar estilo e formato para as páginas da web. Neste artigo, vamos falar sobre a origem do CSS3, sua importância na criação de páginas e sua utilização no frontend.

 

Origem do CSS3

O CSS (Cascading Style Sheets) foi criado em 1994 por Håkon Wium Lie, um norueguês que trabalhava na CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear) na época. A ideia original era separar o conteúdo da apresentação das páginas web, para que os desenvolvedores pudessem se concentrar em criar conteúdo e os designers pudessem se concentrar em criar a aparência.

O CSS originalmente consistia em apenas um nível de especificação, conhecido como CSS1, que foi lançado em 1996.
Em 1998, foi lançado o CSS2, que adicionou novos recursos, como a capacidade de posicionar elementos na página e criar efeitos visuais mais complexos. Em 1999, a W3C (World Wide Web Consortium) começou a trabalhar na especificação do CSS3, que seria uma grande atualização do CSS2.

O CSS3 foi dividido em módulos, cada um com suas próprias especificações. Isso permitiu que os desenvolvedores adicionassem novos recursos e funcionalidades ao CSS3 de maneira incremental, em vez de lançar uma especificação enorme de uma só vez.

Importância do CSS3 na criação de páginas

 

O CSS3 é extremamente importante na criação de páginas da web modernas. Ele permite que os desenvolvedores controlem a aparência e o layout de uma página com muito mais precisão do que era possível com o CSS2. Além disso, o CSS3 adicionou muitos novos recursos, como sombras, gradiente e animações, que tornaram possível criar designs mais complexos e atraentes.

 

Antes do CSS3, os desenvolvedores tinham que usar técnicas de hacking para criar efeitos visuais complexos, como gradientes e sombras. Isso muitas vezes envolvia o uso de imagens ou outros truques, o que tornava o processo mais difícil e demorado. Com o CSS3, esses efeitos podem ser criados com apenas algumas linhas de código, o que economiza tempo e esforço.

 

Outra vantagem do CSS3 é que ele é compatível com dispositivos móveis. Como as pessoas estão cada vez mais usando seus dispositivos móveis para navegar na web, é importante que as páginas da web sejam otimizadas para esses dispositivos. O CSS3 permite que os desenvolvedores criem designs responsivos que se ajustam automaticamente ao tamanho da tela do dispositivo em que estão sendo exibidos.

 

 

Utilização do CSS3 no frontend

O CSS3 é usado extensivamente no frontend de uma página da web. Ele é usado para controlar a aparência e o layout dos elementos da página, como texto, imagens, botões e menus. Aqui estão alguns exemplos de como o CSS3 é usado no frontend:

 

Seletores: os seletores CSS são usados para selecionar elementos específicos na página e aplicar estilos a eles. Por exemplo, o seletor “h1” é usado para selecionar todos os elementos h1 na página e aplicar um estilo a eles.

 

Propriedades: as propriedades CSS são usadas para definir os estilos que serão aplicados aos elementos selecionados. Por exemplo, a propriedade “color” é usada para definir a cor do texto, enquanto a propriedade “font-size” é usada para definir o tamanho da fonte.

 

Box model: o box model é um conceito importante no CSS3 que define como o tamanho e a posição dos elementos são calculados. Ele inclui propriedades como “width”, “height”, “padding” e “margin”.

 

Layout: o CSS3 é usado para definir o layout de uma página, incluindo a posição e o tamanho dos elementos. Isso inclui a capacidade de posicionar elementos usando técnicas como “float” e “position”.

 

Efeitos visuais: o CSS3 também é usado para criar efeitos visuais, como gradientes, sombras, bordas arredondadas e animações. Esses efeitos são usados para criar designs mais atraentes e modernos.

 

Flexbox e Grid: o CSS3 introduziu duas novas técnicas de layout, chamadas de Flexbox e Grid. O Flexbox permite que os elementos sejam organizados em um único eixo, enquanto o Grid permite que os elementos sejam organizados em duas dimensões.

 

Conclusão

 

O CSS3 é uma linguagem de estilo que é usada para dar estilo e formato para as páginas da web. Ele foi criado para separar o conteúdo da apresentação, permitindo que os desenvolvedores se concentrem em criar conteúdo e os designers se concentrem em criar a aparência.

O CSS3 é extremamente importante na criação de páginas da web modernas, pois permite que os desenvolvedores controlem a aparência e o layout de uma página com muito mais precisão do que era possível com o CSS2. Além disso, o CSS3 adicionou muitos novos recursos e funcionalidades, como sombras, gradiente e animações, que tornaram possível criar designs mais complexos e atraentes. 

O
CSS3 é usado extensivamente no frontend de uma página da web, incluindo seletores, propriedades, box model, layout, efeitos visuais, Flexbox e Grid. Se você deseja se tornar um desenvolvedor web, é importante que você aprenda CSS3 e como usá-lo efetivamente para criar designs atraentes e modernos.

 

 

 

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


2 Comentários

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA VIP!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.