SQL – Você Sabe O Que É ISso?

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA VIP!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

SQL, ou Structured Query Language, é uma linguagem de programação utilizada para gerenciar e manipular dados em bancos de dados relacionais.

Desde sua criação nos anos 1970, o SQL se tornou uma das linguagens de programação mais populares e importantes na indústria de tecnologia, sendo essencial em diversos programas e sistemas.

Neste artigo, vamos explorar a origem do SQL, sua importância na programação e as variações da linguagem.

A origem do SQL


O SQL foi criado nos anos 1970 por Donald D. Chamberlin e Raymond F. Boyce, dois pesquisadores da IBM. Na época, eles estavam trabalhando em um projeto para criar um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional, que pudesse ser usado em uma variedade de plataformas de hardware e software.

Eles perceberam que precisavam de uma linguagem de consulta que pudesse manipular dados em um formato estruturado e padronizado.

Assim nasceu o SQL, que foi originalmente chamado de SEQUEL (Structured English Query Language). Em 1974, Chamberlin e Boyce publicaram um artigo descrevendo a linguagem, que foi adotada pela IBM em seu sistema de gerenciamento de banco de dados relacional chamado System R.

O sucesso do System R e do SQL levou a IBM a lançar seu primeiro produto comercial de banco de dados relacional em 1981.

A importância do SQL na programação


O SQL se tornou a linguagem padrão para gerenciamento de banco de dados relacionais, o que significa que é uma habilidade essencial para qualquer pessoa que trabalhe com dados.

Bancos de dados relacionais são amplamente utilizados em sistemas empresariais, como sistemas de gerenciamento de estoque, sistemas de gerenciamento de recursos humanos e sistemas de gerenciamento de clientes.

Além disso, o SQL também é usado em uma variedade de outras aplicações, como em sites e aplicativos móveis que exigem acesso a grandes quantidades de dados.

A capacidade de trabalhar com dados é uma habilidade valiosa em muitos campos, desde marketing e publicidade até ciência de dados e inteligência artificial.

Variações da linguagem SQL


Ao longo dos anos, o SQL evoluiu para atender às necessidades de diferentes plataformas e sistemas de banco de dados. Algumas das variações mais comuns da linguagem incluem:

MySQL

O MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional de código aberto que utiliza a linguagem SQL.

É amplamente utilizado em aplicativos web e é especialmente popular em conjunto com a linguagem de programação PHP. O MySQL é compatível com muitas plataformas diferentes e é conhecido por sua confiabilidade e escalabilidade.

Oracle

O Oracle é um dos sistemas de gerenciamento de banco de dados mais populares do mundo. Ele é usado por grandes empresas e instituições governamentais para armazenar e gerenciar grandes quantidades de dados.

O Oracle utiliza uma variante do SQL chamada PL/SQL, que inclui recursos adicionais de programação, como loops e condicionais.

Microsoft SQL Server

O Microsoft SQL Server é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional desenvolvido pela Microsoft. Ele utiliza o SQL como linguagem de consulta e é amplamente utilizado em empresas que executam aplicativos da Microsoft, como o Microsoft Office e o Dynamics.

PostgreSQL

O PostgreSQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional de código aberto que utiliza o SQL como linguagem de consulta. Ele é conhecido por sua capacidade de lidar com grandes quantidades de dados e é frequentemente utilizado em aplicativos que requerem escalabilidade e alta disponibilidade.

SQLite

O SQLite é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional de código aberto que é amplamente utilizado em aplicativos móveis e embarcados.

Ele é projetado para ser leve e fácil de implementar e é compatível com muitas linguagens de programação diferentes.

Principais comandos do SQL

O SQL é uma linguagem rica e poderosa que oferece muitos recursos para trabalhar com dados em bancos de dados relacionais. Alguns dos principais comandos do SQL incluem:

SELECT

O
comando SELECT é usado para recuperar dados de um banco de dados. É o comando mais comum usado no SQL e permite que você especifique as colunas que deseja recuperar e as condições que devem ser atendidas.

INSERT

O comando INSERT é usado para inserir novos dados em um banco de dados. Ele permite que você especifique as colunas e os valores que deseja inserir.

UPDATE

O comando UPDATE é usado para atualizar dados existentes em um banco de dados. Ele permite que você especifique as colunas que deseja atualizar e as condições que devem ser atendidas.

DELETE

O comando DELETE é usado para excluir dados de um banco de dados. Ele permite que você especifique as condições que devem ser atendidas para que os dados sejam excluídos.

Conclusão

O SQL é uma linguagem de programação essencial para gerenciamento e manipulação de dados em bancos de dados relacionais.

Desde sua criação nos anos 1970, o SQL se tornou uma das linguagens de programação mais populares e importantes na indústria de tecnologia.

Seus principais comandos, como SELECT, INSERT, UPDATE e DELETE, permitem que os programadores trabalhem com dados de forma eficiente e eficaz.

As variações do SQL, como MySQL, Oracle, Microsoft SQL Server e PostgreSQL, permitem que os desenvolvedores escolham a plataforma de banco de dados que melhor atende às suas necessidades. 

Saber
SQL é uma habilidade valiosa para qualquer pessoa que trabalhe com dados, e a demanda por profissionais com conhecimentos em SQL só deve aumentar à medida que mais e mais empresas adotam tecnologias de dados para impulsionar seus negócios.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


2 Comentários

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA VIP!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.